Silêncio

Seu sorriso no vazio.
Minhas lágrimas, todas elas, entre abrires e fechares de olhos lentos.
O amarelo da manhã precoce. As ondas de vento gelam minhas costas e seu calor é indistinto do sol que me esquenta.
Minha mão se move, sonolenta, em redemoinhos pelos seus cabelos, e mesmo ao fechar os olhos você e o sol continuam impressos nas minhas pupilas, e depois ainda, através da distância.
O seu gosto macio e amarelo, a cor tomando conta de tudo… Num ofuscamento morno eu me sinto afundar nesse instante.
Always and Never

Publicado originalmente em 01/05/2007

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: