Conservando seus Charutos

Por José De Mauro Filho

Este texto é sobre charutos, portanto se você não tem 18 anos, por favor, deixe de ler. É proibido por lei.
Sei que o fumo causa problemas de saúde. Fumar charuto é uma decisão pessoal minha e leva em conta os riscos advindos dessa decisão. Milhares de pessoas morrem no trânsito, mas não se proíbem os carros.

Um charuto Premium é vivo, com o passar do tempo ele amadurece, envelhece e morre. O tempo de vida de um charuto é determinado pelas condições do ambiente em que ele habita.
Por ordem de importância, a umidade, a temperatura e a luminosidade são os fatores que determinarão se seus charutos terão uma velhice tranquila ou morreram precocemente, talvez de modo horripilante. Devido à extensão do assunto cada uma dessas condições será detalhada em outro post.
Uma umidade relativa entre 60% e 80%, temperatura por entre 15oC e 25oC junto a um local protegido de luzes diretas, mas com alguma iluminação, farão seus charutos sobreviverem com dignidade.
A melhor maneira de armazenar charutos é guardá-los em um umidor, de madeira ou plástico para 20 ou 50 charutos, mais simples e baratos ou as adegas de charutos, que se auto-regulam e comportam até 50 caixas. Existe ainda a possibilidade de climatizar um ambiente, mas creio que só compensa para estoques comerciais. Construir ou improvisar um umidor também é relativamente fácil.
Guardar seus charutos na geladeira, no banheiro, no armário de roupas etc. realmente não trará bons resultados.
Embora retorne, com os devidos cuidados, à sua condição original de umidade cada ressecamento de um charuto leva consigo parte do sabor e do odor e mesmo que fisicamente continue parecendo seu charuto preferido a cada recuperação ele perde aroma e pode terminar parecido com um punhado de folhas de capim enroladas. Existe ainda o risco de danificar a capa do charuto entre o ressecamento e nova umidificação.
Na primeira foto deste post podemos observar um umidor, tipo Vitrine, com sua tampa superior de vidro aberta, tendo nas extremidades as almofadas para água e no centro o higrômetro analógico.
A segunda foto mostra um umidor para mesa de escritório, com chave e locais para canetas e miudezas, acabamento em fórmica imitando radica.
A terceira foto mostra uma coleção de acessórios, higrômetros de tamanhos variados, quanto menores mais baratos e menos confiáveis, almofadas para água diversas, uma bomba para injetar água nas almofadas e um pires de café com alguns guardanapos de papel dobrados e que umedecidos funcionam muito bem no lugar das almofadas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: